domingo, 1 de setembro de 2013

Entrevista com o escritor Paulo Novaes

       Hoje, nosso Blog recebe a visita do escritor Paulo Novaes! 
Conheçam um pouco sobre o autor e sua obra, envolvendo-se com nosso bate papo a seguir. 


Como surgiu Quando os ventos são contrários?

     O livro foi baseado nesse mundo louco onde vivemos, onde se dá mais valor ao ter do que ao ser. Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde. Hoje em dia conhecemos o preço de tudo e o valor de nada. E por pensarem ansiosamente no futuro esquecem-se do presente de forma que acabam por não viver nem no presente nem no futuro.

O que você quis dizer quando escreveu que “O escritor deve ser, acima de tudo, sensível aos sentimentos humanos, e tentar sempre passar a sua verdade interior”?

     Para obtermos certo prazer na vida, é necessário algum esforço, narrar uma boa história, cuja meta seja o esclarecimento. Através de uma linguagem simples e direta, buscando identificar com exemplos comuns do dia-a-dia comportamento e atitudes que, certamente, ajudarão o leitor a conviver melhor, porque nada substitui a verdade.

De que lugar do Brasil você é?

Paranapoema-PR

Descreva um pouco sobre, Quando os ventos são contrários.

     Falzir viajou tanto, para descobrir que o seu verdadeiro tesouro que tanto procurava ele havia deixado pelo caminho, sua família, Samuel, Zacarias, Zafir e Safira. E descobriu que não há nada mais desagradável para um homem! Do que seguir o caminho, que o conduz a si mesmo. Porque onde estiver o vosso tesouro ali estará vosso coração!

Fale-nos um pouquinho sobre o próximo livro.

     Meu próximo livro retrata o drama vivido diariamente por milhares de criança vítimas de abuso sexual e de suas famílias devastadas pelo sofrimento e pela dor. É muito difícil para uma pessoa abrir seu coração e trazer à tona lembranças de um passado não muito feliz; trágico, na verdade. Vítimas de pedofilia são pessoas que carregam um fardo pesado e levam marcas da violência praticada por gente que muitos preferem nem chamar de ser humano.

Qual seu escritor favorito?

     Identifico-me com Paulo Coelho

O que você diria para quem pretende publicar um livro?


     Escrever é um vício, uma compulsão. Apesar de todas as dificuldades, que convenhamos, são inerentes a qualquer profissão, escrever é uma atividade extremamente recompensadora. Hoje em dia, infelizmente, o número de leitores tem diminuído bastante. Talvez porque é muito melhor ver TV ou ficar no computador, do que ler um bom livro. Mais nunca desista porque a escrita é algo quase que mágico e é isso que a torna algo tão fascinante e especial.


E para mais novidades, conheçam e curtam minha Fan Page >>> https://www.facebook.com/Iris.Albuquerque.livros <<<

Até a próxima! Beijos!!!

Conheça também - As tantas fases do casamento
Book Trailer >> http://migre.me/fUdxS
Sinopse >> http://migre.me/fUfjn